Saraus Musicais EMEF Vila Monte Cristo: 10 anos de (r)existência

Deixe um comentário

Alunos da escola EMEF Vila Monte Cristo em evento musical no Teatro Renascença. Fonte: Charles Lorenzini

Prática cultural bastante comum no século dezenove, o sarau acontecia no interior das  residências, locais onde as pessoas se encontravam para se expressar artisticamente e desenvolver suas sociabilidades. No Brasil, esse costume veio junto com a Família Real (1808), portanto, uma tradição importada da Europa. O sarau era o evento mais elegante da sociedade e costumava reunir a corte e seus amigos aristocratas. Os encontros aconteciam à tardinha ou no início da noite, e eram marcados por concertos musicais, cantos e apresentações literárias. Atualmente, algumas escolas e faculdades remontam a musicalidade desse período da história brasileira, promovendo saraus,  cujo objetivo é estimular o desenvolvimento cultural de seus alunos e professores. Na EMEF Vila Monte Cristo, escola localizada na Zona Sul de Porto Alegre, o evento, organizado pelos professores de música Caroline Ponso e Douglas Benzi  trouxe parte dessa tradição cultural do passado. Leia abaixo artigo sobre esse encontro musical, escrito pela professora Caroline e publicado Sul21.  Mais

Anúncios

Os ingleses mostram o “foot-ball” para os guris da Tristeza, Zona Sul de Porto Alegre

Deixe um comentário

Edgar Booth, descendente de ingleses, foi o primeiro a apresentar as regras do “foot-ball” aos “guris” do longínquo arrabalde da Tristeza naqueles idos de 1900. Filho do Comandante Charles Edward Booth, egresso da Marinha Mercante Inglesa e de Jenny Adelina Booth, também imigrante, Edgar e sua família residiam em uma chácara a beira do Guaíba – região de veraneio de famílias de boa situação financeira.

Família Booth (Edgar ao centro)/Chácara na Tristeza/1900

Mais

Porto Alegre: dádiva do Rio/Lago Guaíba

Deixe um comentário

Na Rádio Ipanema Comunitária 87.9 FM, Histórias sobre a formação de Porto Alegre a partir de seu lago, o Guaíba.

Antiga Rua Vigário José Inácio. Ao fundo o Guaíba. Acervo: Biblioteca Pública

“AMOR QUE REDIME”: Produção cinematográfica na Zona Sul de Porto Alegre (1928)

Deixe um comentário

Anúncio publicitário do filme.
Fonte: Cinemateca Brasileira

O filme “Amor que redime” foi o primeiro longa-metragem feito no Rio Grande do Sul e produzido em Porto Alegre no ano de 1928. A Empresa responsável foi a Ita-Film – Empresa Cinematográfica Rio Grandense. Os produtores eram todos gaúchos, entre eles, Beno Mentz, Sabino Lubisco, Monteiro Martinez, Rodolfo Albrech, Albino Sperb, Armando Ribeiro e Oscar Petry. Interessante ressaltar que Beno, Sabino, Monteiro e Rodolfo eram moradores do bairro Tristeza, local onde se passava parte da história.   Mais

Waldemar Bromberg e os primórdios do Grêmio Foot Ball Porto Alegrense

3 Comentários

Os primeiros clubes de futebol começaram a se formar no final do século dezenove, quando o esporte chegou ao Brasil, vindo da Inglaterra. No Rio Grande do Sul, foram os imigrantes alemães que trouxeram a ideia, e foram eles também que criaram, em 1903, o GRÊMIO FOOT BALL PORTO ALEGRENSE.

Time do Grêmio/1909

Mais

A cheia no Guaíba

Deixe um comentário

A água do rio sobe e desce, dia sim, dia não.  O aguapé surgiu com flores lilás. Apressado e vindo do rio Jacuí, deu trombadas no farol e na bóia do meio. Ah, surgiram cobras verdes, que foram confundidas com a paisagem imposta pela cheia. E todos, lá em casa, mudaram de lugar. As galinhas passaram a dormir no quarto do tio Joeli, os porcos invadiram a cozinha da vó Jorja, sabiá fugiu da briga, quero-quero partiu em debandada para o norte, lá para as Missões. 

Põr do sol e aguapés no Guaíba

Mais

A Boate do Avião: um ponto de encontro em Ipanema

6 Comentários

Boate do Avião
Acervo de Homero/Relojoeiro da Tristeza

Nos anos setenta, passear aos domingos em Ipanema, Zona Sul de Porto Alegre,  significava passar em frente ao famoso avião DC3 da VARIG que ficava na Avenida Cel. Marcos, próximo ao Morro do Sabiá[1]. A aeronave desativada foi transformada em boate restaurante, servindo como um ponto de encontro de casais que utilizavam o espaço para jantar, dançar e namorar. Mais

Older Entries