Porto Alegre: percepções de uma Antiga Cidade

1 Comentário

Mercado Público/1875
Fonte: Museu Joaquim J. Felizardo

“Uma cidade, um país, um lugarejo”. A canção desprende-se do rádio e invade o espaço restrito do meu carro. Presto atenção à letra e fico imaginando essa cidade, a minha Porto Alegre, local onde estão minhas referências. Uma cidade repleta de histórias, farto material para minhas pesquisas acadêmicas. É inevitável não aguçar a memória, trilhar o imaginário e tentar recuperar como era essa capital de antigamente. Assim, penso na obra “Os cães da Província” e as imagens narradas vão, lentamente, se delineando no meu imaginário. As Docas, o Mercado Público, o Gasômetro. A Rua do Arvoredo, o açougue de linguiça humana, o Areal da Baronesa. Lembranças que vão longe, mas que se traduzem no imaginário daqueles que um dia ousaram vivenciar sua cidade. Percebe-se, assim, um cotidiano, notadamente mais tranquilo, mais humano. Quase sem compromissos. Não importa a pressa. Não há estresse, nem o sentimento de viver intensamente, como se o tempo fosse esgotar-se. O lazer resumia-se ao cinema de rua, à confeitaria Matheus, ao chope do Chalé da Praça 15. Passear na Rua da Praia e na Praça da Alfândega, admirando os velhos prédios históricos. Hoje, no espaço modificado da cidade, onde arranha-céus quase impedem a luminosidade do sol, habitam pessoas apressadas, distraídas e indiferentes. Os shoppings atraem para outras formas de lazer, seduzindo a todos. No entanto, como diz a canção – “és uma deusa, com suas nuanças, que te debruças soberana todas as noites para mirar-te nas águas do teu guardião”. E segues, mesmo com tuas mutações e novos personagens, inspirando poetas e historiadores como eu.

Escola Vila Monte Cristo: uma experiência inesquecível!

1 Comentário

Marina Coutinho, ex-aluna da EMEF Vila Monte Cristo

Marina Coutinho, ex-aluna da EMEF Vila Monte Cristo

Comecei na escola Vila Monte Cristo com cinco anos, desde lá recebi muita atenção, dedicação e carinho de todos os professores. Tenho um carinho enorme por todos, professores e funcionários, com quem pude conviver por todo o tempo que estive lá. A escola tem também espaço dedicado a alunos especiais, de inclusão, com materiais necessários, e toda a atenção do muuundo!! Como comecei cedo na escola, pude ver o crescimento destes alunos, que cresceram comigo, e graças a escola, puderam ter uma grande evolução em todos os sentidos. E, lá na escola, aprendemos a respeitar as diferenças. Desde pequena tive muita orientação nesta escola. Ela nos preparou muito bem para o futuro, tanto como alunos, quanto como pessoas de bem. No meu último ano na escola, tinha uma turma especial para alunos com maiores dificuldades, que lá também tiveram atenção, como reforço e muita preparação para o ensino médio. Concluímos o ensino fundamental com sucesso, graças a toda dedicação da escola e de seus funcionários e professores. A Monte Cristo sempre unida para atender a todos sem distinção. Ela também nos ofereceu todo o tipo de atividades, como reforço escolar no turno inverso e dedicação de todos os professores. A escola também oferecia diversos passeios culturais, o que nos possibilitou conhecimentos gerais. Tenho a escola Vila Monte Cristo como uma base forte de aprendizado, tanto como aluna, como cidadã que sou. Aprendi muita coisa com ela e levo isso para a vida. Pois agora que deixei a escola, sinto muita falta de tudo. Acredito que será muito difícil achar uma escola igual a que tive a honra de estar por muitos anos. Igualmente não posso esquecer da grande amizade e do carinho que tenho ainda hoje pelos professores e funcionários, são pessoas que marcaram minha vida e levarei para sempre. Obrigada Escola Monte Cristo por fazer parte da minha vida!!! Marina Coutinho – formanda de 2015. Mais

“Histórias da Zona Sul 2 ” – Os Antigos Carnavais na Tristeza – Programa na Rádio Ipanema Comunitária 87.9 FM

Deixe um comentário

http://ipanemacomunitaria.blogspot.com.br/2017/02/historias-da-zona-sul-domingo-dia-26-as.html

“Histórias da Zona Sul 1 ” – O Veraneio de Antigamente – Programa na Rádio Ipanema Comunitária 87.9 FM

Deixe um comentário

 

http://ipanemacomunitaria.blogspot.com.br/2017/02/historias-da-zona-sul-neste-domingo-10h.html