Alunos da escola EMEF Vila Monte Cristo em evento musical no Teatro Renascença. Fonte: Charles Lorenzini

Prática cultural bastante comum no século dezenove, o sarau acontecia no interior das  residências, locais onde as pessoas se encontravam para se expressar artisticamente e desenvolver suas sociabilidades. No Brasil, esse costume veio junto com a Família Real (1808), portanto, uma tradição importada da Europa. O sarau era o evento mais elegante da sociedade e costumava reunir a corte e seus amigos aristocratas. Os encontros aconteciam à tardinha ou no início da noite, e eram marcados por concertos musicais, cantos e apresentações literárias. Atualmente, algumas escolas e faculdades remontam a musicalidade desse período da história brasileira, promovendo saraus,  cujo objetivo é estimular o desenvolvimento cultural de seus alunos e professores. Na EMEF Vila Monte Cristo, escola localizada na Zona Sul de Porto Alegre, o evento, organizado pelos professores de música Caroline Ponso e Douglas Benzi  trouxe parte dessa tradição cultural do passado. Leia abaixo artigo sobre esse encontro musical, escrito pela professora Caroline e publicado Sul21. 

Alunas da escola cantam MPB. Fonte: Charles Lorenzini

Na noite da última quinta-feira (19), o Teatro Renascença, no Centro Municipal de Cultura recebeu a comunidade escolar da EMEF Vila Monte Cristo para comemorar os 10 anos do projeto Saraus Musicais. Foram duas horas e meia de músicas, vídeos, exposição de fotos, esquetes teatrais e um belo cerimonial que explanaram a Existência de um projeto de escola que trouxe a música de dentro do currículo pra além da sala de aula, invadindo os espaços de aprendizagem e ressignificando a escola pra toda uma geração de alunas e alunos da comunidade. A noite marcou também a Resistência deste projeto que, assim como outros projetos culturais da rede municipal de ensino foram excluídos pela mantenedora, com o corte de horas e verbas.

Professores cantam Roberto Carlos. Fonte: Charles Lorenzini

A escola fretou ônibus para que a comunidade se deslocasse ao teatro. Famílias, alunos/as, ex-alunos/as, alunos da EJA, professores/as, aposentados/as, equipe diretiva, comunidade escolar, lotaram o teatro Renascença para assistir ao espetáculo preparado para relembrar os 33 saraus ocorridos nos dez anos de existência do projeto. Conjuntos musicais formados por alunos/as, familiares, funcionários, professores/as e ex-alunos/as executaram um repertório eclético de músicas populares escolhidas a partir das temáticas dos saraus do projeto. A música Estrela, estrela de Vitor Ramil foi entoada por um coro de 30 professoras para uma homenagem póstuma à professora Gilse Fortes, importante educadora e uma das fundadoras de nossa escola. Também foi homenageada a professora Maria Helenita Nascimento Bernál, que há dez anos iniciou junto aos alunos e alunas o projeto Saraus Musicais.

Todos juntos – homenagem a professora Gilse, falecida recentemente. Fonte: Charles Lorenzini

O projeto vem marcando profundamente a vida dos/as estudantes. Percebemos que toda escola se modifica na presença da música. As crianças transitam pelos tempos e espaços da escola com liberdade e propósito de estudo, pesquisa e ação pedagógica. Envolver as famílias e trazê-las para dentro da escola é um ganho enorme. As ações de protagonismo e cooperação no projeto transformam os/as alunos/as em pessoas mais ativas, conscientes de sua capacidade, disponíveis e solícitas na construção de suas próprias aprendizagens. Acreditamos que a música na escola possa mobilizar o grupo de professores/as, a direção e a comunidade em projetos amplos, que agreguem o maior número de pessoas voltadas ao fazer coletivo. A vida escolar começa a ter um novo paradigma, a do conhecimento interligado, da interação, da troca entre as pessoas. Esperamos continuar por mais 10, 20 anos com o projeto Saraus Musicais, ampliando e ressignificando a escola cidadã de Porto Alegre.

(Fonte: https://www.sul21.com.br/opiniaopublica/2018/07/saraus-musicais-emef-vila-monte-cristo-10-anos-de-rexistencia-por-caroline-ponso/

Anúncios