“AMOR QUE REDIME”: Produção cinematográfica na Zona Sul de Porto Alegre (1928)

Deixe um comentário

Anúncio publicitário do filme.
Fonte: Cinemateca Brasileira

O filme “Amor que redime” foi o primeiro longa-metragem feito no Rio Grande do Sul e produzido em Porto Alegre no ano de 1928. A Empresa responsável foi a Ita-Film – Empresa Cinematográfica Rio Grandense. Os produtores eram todos gaúchos, entre eles, Beno Mentz, Sabino Lubisco, Monteiro Martinez, Rodolfo Albrech, Albino Sperb, Armando Ribeiro e Oscar Petry. Interessante ressaltar que Beno, Sabino, Monteiro e Rodolfo eram moradores do bairro Tristeza, local onde se passava parte da história.   Mais

Anúncios

O Clube Veranista Jocotó e os antigos carnavais na Tristeza

Deixe um comentário

Convite Clube Jocotó/1920

Convite Clube Jocotó/1920

A partir das primeiras décadas do século passado, a Tristeza viveu uma fase áurea ocasionada pelo movimento de veranistas que vinham em busca de lazer nas praias do arrabalde. A Zona Sul despertou também para novas formas de recreação e de cultura trazidas pelos turistas, entre eles alemães e italianos. Os imigrantes divertiam-se com os saraus, piqueniques, jogos diversos e os famosos bailes de carnaval.  Mais